Fanpage Tacio Philip
> busca
página inícial
últimas notícias
lojinha

sobre
- Tacio Philip
- currículo
- meu blog

montanhismo
- no Brasil
- alta montanha

arquivos
- gps
- cartas topo
- wallpaper

postagens recentes
.: ver todos :.:

contato
- email


Adote um Gatinho


Eu não uso drogas!

Blog Tacio Philip
Contato | Listar todas postagens

01/10/2010 00:04:47 - Dicas de acesso às montanhas do Parque Nacional do Caparaó

Dicas de acesso às montanhas do Parque Nacional do Caparaó
Tacio Philip – www.tacio.com.br

O Parque Nacional do Caparaó está localizado na divisa dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo e lá se encontram boa parte das montanhas mais altas do Sudeste brasileiro, entre elas o super visitado e mega turístico Pico da Bandeira.

Eu conheci esse parque em Setembro de 2001, aproveitando um feriado prolongado na faculdade que felizmente não coincidiu com o feriado de 7 de Setembro, fazendo com que eu tivesse o privilégio de visitar algumas de suas montanhas e acampar sozinho.

Mesmo com a grande distância de São Paulo (800km) retornei a esse parque algumas vezes e no ano de 2009 tive a oportunidade de subir todas suas principais montanhas recentemente em apenas uma viagem.

Esse parque é muito procurado por montanhistas iniciantes pelo fato de ser lá que está localizado o Pico da Bandeira, 3º ponto mais alto do Brasil, assim como o controverso Pico do Calçado e Cristal. Além disso o parque também faz parte de um roteiro religioso e seu acesso por caminhada é curto e simples, fazendo com que aos finais de semana e feriados ele seja simplesmente um local para reunião de farofeiros e adolescentes em busca de alcool e entorpecentes.

Além disso, para quem gosta de montanhas, esse parque possui outros picos pouquíssimo divulgadas e de grande beleza. O acesso das montanhas é feito sempre por cristas, fazendo com que não só alcançar o cume seja só uma parte do prazer da caminhada, sendo ela em si muito bonita. Deve-se entretanto ter atenção quanto a nomenclatura das montanhas pelos guias locais, elas não batem com os nomes oficiais do IBGE.

Para quem está começando no montanhismo está sendo implantada uma idéia que é normal o acesso a uma montanha ser proibida e isso está acabando com a cultura do montanhismo no país. Afinal, após subir uma dúzia de montanhas permitidas e bem conhecidas, o novo montanhista fica sem opções para subir e acaba abandonando a prática.

Nesse breve relato tento mostrar as principais montanhas existentes no Caparaó e dar alguma dica sobre como é o seu acesso e, principalmente, mostrar que elas existem, estão lá e devem ser escaladas. E para quem está iniciando: não deixe de estudar ou fazer cursos sobre o tema, comece a prática aos poucos e aumente a dificuldade/riscos gradativamente. Esteja sempre preparado para imprevistos e pratique o mínimo impacto. Afinal, ninguém conquista uma montanha, apenas passamos brevemente sobre seus cumes e logo voltamos para a terra firme.

Veja fotos ilustrativas das montanhas no link Montanhas do Parque Nacional do Caparaó.

Algumas informações
Abaixo a lista das principais montanhas do Parque Nacional do Caparaó. Para essa lista foi usado como referência o Anuário Estatístico do IBGE com a inclusão de outra montanha popular do parque. É indicada também sua altitude (em metros sobre o nível médio do mar) e dica de acesso, em muitos casos apenas o acesso principal. Também classifiquei de acordo com:
Nível de dificuldade: Tenta classificar tanto a dificuldade de acesso à montanha em relação à navegação e existência ou não de trilha de acesso quanto sua dificuldade técnica (trepa-pedra, escalada etc.)
Tempo necessário: Indica o número de dias necessários para ida até o cume da montanha e retorno ao ponto inicial. Apesar de o tempo mínimo mostrado ser 1 dia, algumas podem ser alcançadas em poucas horas. Esse tempo pode também variar para mais e para menos de acordo com seu ritmo, mas foi levado em conta um tempo médio em ritmo normal.
Acesso: Indica o estado burocrático do acesso à montanha. Algumas das montanhas têm acesso permitido pelo parque nacional do Itatiaia enquanto outras requerem autorização prévia ou simplesmente tem seu acesso proibido. Cabe a cada um escolher a montanha a ser escalada e seus riscos inerentes.

PRINCIPAIS MONTANHAS

Pico da Bandeira (2892m)
Com certeza uma das montanhas mais visitadas do Brasil. Seu acesso é simples e o mais fácil é a partir do acampamento Terreirão, de onde segue por trilha bem aberta até o seu cume.
Nível de dificuldade: fácil.
Tempo necessário: 1 dia.
Acesso: permitido.

Pico do Calçado (2849m)
Montanha que na verdade não é uma montanha, apenas um "ombro" do Pico da Bandeira, seu acesso é o mesmo do Pico da Bandeira, sendo que ao chegar ao colo das montanhas no final da subida pelo vale, segue-se para a direita em vez da esquerda. Do Pico da Bandeira até o Calçado são cerca de 15 minutos.
Nível de dificuldade: fácil.
Tempo necessário: 1 dia.
Acesso: permitido.

Pico do Cristal (2770m)
Uma das montanhas mais bonitas do Brasil. Seu acesso mais curto é feito a partir do acampamento Casa Queimada mas também pode ser acessado a partir do Terreirão descendo a crista do Calçado em sua direção.
Nível de dificuldade: fácil.
Tempo necessário: 1 dia.
Acesso: permitido.

Morro da Cruz do Negro (2658m)
Montanha de acesso mais próximo do parque, fica localizada ao lado do acampamento Terreirão. Para seu acesso comece pela trilha qe leva ao Pico da Bandeira e, antes de chegar a grande laje de pedra, siga em trilha pouco aberta para a esquerda, alcançando seu cume em poucos minutos.
Nível de dificuldade: fácil.
Tempo necessário: 1 dia.
Acesso: proibido.

Pedra Roxa (2649m)
Montanha um pouco isolada do Caparaó que é vista do cume do Pico da Bandeira quando se olha sentido Nordeste. Para seu acesso pode-se descer a crista oposta a trilha normal de subida do Bandeira até o colo entre as montanhas, sendo esse o acesso mais fácil, ou contornar o Bandeira pela esquerda nas lajes de pedra antes de iniciar a subida pelo vale entre Bandeira e Calçado chegando da mesma maneira no colo entre o Bandeira e a Pedra Roxa.
Nível de dificuldade: médio.
Tempo necessário: 1 dia.
Acesso: proibido.

Pico do Tesouro (2620m)
Conhecido pelos guias locais como Pico Cabritos, é a montanha com acesso mais remoto do Caparaó. Para seu acesso deve-se subir o Morro da Cruz do Negro e seguir rumo ao Norte passando pelo Falso Tesourinho, Tesourinho e finalmente chegando nos dois cumes do Tesouro (onde há uma placa de metal). Para ir até essa montanha e retornar ao Terreirão, dependendo o ritmo da pessoa, pode levar 2 dias.
Nível de dificuldade: médio.
Tempo necessário: 1 a 2 dias.
Acesso: proibido.

Pico do Tesourinho (2584m)
Erroneamente chamado pelos guias de Tesouro, essa montanha é acessada também a partir do Morro da Cruz do Negro, sendo o 2º cume da crista da serra do Caparaó que segue rumo ao Norte. Até ela é metade do caminho até o verdadeiro Tesouro.
Nível de dificuldade: médio.
Tempo necessário: 1 dia.
Acesso: proibido.

Falso Tesourinho (2570m)
Montanha chamada de Tesourinho pelos locais, essa montanhas não está na classificação do IBGE entre as montanhas mais altas do Brasil. Nela se encontra também uma cruz antiga próxima ao seu cume, mesmo assim não é o Morro da Cruz do Negro pela coordenada oficial do IBGE. Seu acesso é feito a partir do Morro da Cruz do Negro seguindo a crista da serra rumo ao Norte.
Nível de dificuldade: fácil.
Tempo necessário: 1 dia.
Acesso: proibido.

Veja fotos ilustrativas das montanhas no link Montanhas do Parque Nacional do Caparaó.

VEJA TAMBÉM: Dicas de acesso às montanhas do Parque Nacional do Itatiaia.

Caso você divulgue esse texto em seu site ou blog por favor mantenha seu formato original, sem edições, e cite a fonte.

Tacio Philip
www.tacio.com.br

- enviado por Tacio Philip às 00:04:47 de 01/10/2010.



Contato | Listar todas postagens

cursos diversos
- GPS: Operação, planejamento e tratamento de dados
- Escalada em Rocha
- Calculadora hp 50g
- Calculadora hp Prime
- Macrofotografia e close-up
- Photoshop para fotógrafos

aulas fotografia
- Fotografia Básica
- Macrofotografia e close-up
- Foto noturna
- Fotografia 3D
- Fotometria aplicada
- Workshops

fotografias macro
- tradicionais
- stacking
- anaglifos (3d)
- abstratas

fotos recentes
- montanhas de monte verde
- odinskriegerfest
- show guns n roses - curitiba
- pedra do camelo
- morro do urubu
- travessia couto-prateleiras
- circuito 5 lagos e morro do massena
- pico das agulhas negras
.: ver todos :.
.: buscar imagem :.

vídeos
YouTube

* será redirecionado para o site:
macrofotografia.com.br

free counters


© Tacio Philip - 2005/16
Não é permitida cópia parcial ou total do conteúdo ou código fonte deste site.
1 Usuário Online (344 nas últimas 24hs)