Fanpage Tacio Philip
> busca
página inícial
últimas notícias
lojinha

sobre
- Tacio Philip
- currículo
- meu blog
- facebook

montanhismo
- no Brasil
- alta montanha

arquivos
- gps
- cartas topo
- wallpaper

postagens recentes
.: ver todos :.:

contato
- email


Adote um Gatinho


Eu não uso drogas!

Blog Tacio Philip
< Anterior: ATTPME = Abertura da Temporada Tacio Philip de Montanhismo e Escalada :-D | Listar publicações | Próxima: Drogas e escalada... uma mistura autossabotadora >

06/04/2009 15:02:00 (#188) - Mais escaladas em São Bento do Sapucaí

No Sábado cedo saímos de São Paulo a Paula, o Tiago e eu rumo a São Bento do Sapucaí. Depois de uma breve pausa para almoço em Santo Antônio dos Pinhais chegamos em São Bento e fomos direto para a Pedra do Bau.
Estacionamos o carro, pegamos água e com as mochilas nas costas começamos a trilha que segue direto até o início das escadas da face Norte da Pedra do Bau onde chegamos depois de 30 min de trilha bem íngreme. As vias que queríamos fazer nesse dia ficam logo à esquerda da escada da face Norte, no campo escola CEU (em homenagem ao Centro Excursionista Universitário, que inclusive por causa de brigas na região disse ultimamente que não quer o nome relacionado ao local, mas eles que se entendam com suas picuinhas e isso não vem ao caso...) e logo que lá chegamos nos equipamos e eu subi equipando a primeira via, a "C.E.U.", um 4º grau em móvel bom para treinar colocações de peças.
Na sequência a via foi escalada pela Paula e depois pelo Tiago, que subiu guiando e na descida aproveitou para limpá-la. Na sequência entrei então na via "A vingança do Suruburço", um 5º que sobe em uma linha reta direta até o seu final, 30m do chão. Essa via foi também escalada pela Paula e depois pelo Tiago, primeiro em top rope e depois guiando.
Como já era tarde e começando a anoitecer guardamos os equipamentos e, para aproveitar onde estávamos, subimos ainda até o topo da Pedra do Bau pela escada. Lá em cima, já escuro, fizemos uma breve pausa e começamos a descida. No caminho de volta encontramos ainda um grupo semi-perdido na trilha e fomos juntos até o estacionamento. De lá supermercado, comer no alojamento do Eliseu, um merecido banho e dormir.
No dia seguinte, Domingo, acordamos por volta das 7hs, fizemos nosso café da manhã e depois de arrumarmos as mochilas saímos para a Ana Chata. Deixamos o carro, começamos a subida pela trilha e 40 min depois estávamos na base da via "Tom Sawyer", um 3º/4º com saída um pouco complicada e que segue toda ao lado de fendas com proteções móveis. A Paula acabou desistindo de subia então escalamos só eu e o Tiago.
A subida foi tranquila, eu guiando com o Tiago limpando se segundo e logo chegamos na 2ª parada que é em comum com a via "Lixeiros", seguindo por ela até sua 3ª parada onde eu fiz uma proposta indecente de seguirmos pela "Cavaleiro das Trevas", um 4º VII, e o Tiago aceitou.
Deixei então a mochila na parada e entrei no crux da via, um 7º grau levemente negativo mas com boas agarras, lembrando um pouco escalada em ginásio. Depois de algumas tentativas o lance foi passado então parei na 4ª chapeleta onde fiz o içamento das mochilas (teria sido muito complicado escalar aquele lance com mochila pesada carregando água, tênis e equipo de foto nas costas!). De lá segui até sua parada em uma única chapeleta e desci de rapel até as mochilas para recuperá-las, levando a minha até a parada e a do Tiago até uma proteção mais acima, de onde a via ficava bem mais tranquila. Depois disso, de volta a parada montei a seg para o Tiago e depois de alguns poucos minutos ele estava na parada e pronto para continuarmos a subida.
Depois desse lance de 7º grau na via o resto ficou muito tranquilo de passar. Mesmo com a via tendo algumas boas fendas para colocação de proteções móveis, como eu estava com um pouco de pressa para chegar ao topo e descer (a Paula já devia estar nos esperando há algumas horas), subi esticando suas enfiadas só protegendo em algumas poucas chapeletas entre as paradas (na verdade as 2 últimas enfiadas tem apenas uma chapeleta entre os seus 30 m de escalada), mas tudo correu bem e por volta das 15hs estávamos no topo da Ana Chata.
Lá fizemos algumas fotos, comemos um merecido lanche, calçamos os tênis e começamos a descida. A descida foi em ritmo de corrida de aventura, descemos muito rápido (quase correndo) e 40 min depois de saírmos do cume estávamos no carro trocando de roupa, bebendo água e pegando estrada.
No caminho de volta paramos só em Santo Antônio do Pinhal para um chá com pêssego e capuccino e depois seguimos para São Paulo onde, depois de um pouco de trânsito na Ayrton Senna e muita chuva, chegamos por volta das 20hs. As fotos estão disponíveis no link Pedra do Bau e Ana Chata.
 

- enviado por Tacio Philip às 15:02:00 de 06/04/2009.



< Anterior: ATTPME = Abertura da Temporada Tacio Philip de Montanhismo e Escalada :-D | Listar publicações | Próxima: Drogas e escalada... uma mistura autossabotadora >

cursos diversos
- GPS: Operação, planejamento e tratamento de dados
- Escalada em Rocha
- Calculadora hp 50g
- Calculadora hp Prime
- Macrofotografia e close-up
- Photoshop para fotógrafos

aulas fotografia
- Fotografia Básica
- Macrofotografia e close-up
- Foto noturna
- Fotografia 3D
- Fotometria aplicada
- Workshops

fotografias macro
- tradicionais
- stacking
- anaglifos (3d)
- abstratas

fotos recentes
- travessia norte-sul no caparao
- escalada em arcos
- reabertura de trilha na serra do lopo
- escalada pedra amarela
- show king diamond
- serra do lopo via joanopolis
- show terra celta braganca paulista
- montanhas de monte verde
.: ver todos :.
.: buscar imagem :.

vídeos
YouTube

* será redirecionado para o site:
macrofotografia.com.br

free counters


© Tacio Philip - 2005/17
Não é permitida cópia parcial ou total do conteúdo ou código fonte deste site.
4 Usuários Online (390 nas últimas 24hs)