Fanpage Tacio Philip
>
página inícial
últimas notícias
lojinha

sobre
- Tacio Philip
- currículo
- meu blog
- facebook

montanhismo
- no Brasil
- alta montanha

arquivos
- mapas gps
- trilhas gps
- cartas topo
- wallpaper

postagens recentes
.: ver todos :.:

contato
- email


Adote um Gatinho


Eu não uso drogas!

Blog Tacio Philip
< Anterior: Sobre o documentário e minhas observações sobre Salvando o capitalismo (2017) apresentado e baseado no livro de Robert Reich | Listar publicações | Próxima: Mais uma vez na via Evolução em Pedralva e outras escaladas, canoagem, pedal etc. >

22/06/2019 21:10:41 (#593) - Travessia da Serra do Lopo - parte da Transmantiqueira - e outras atividades

Depois de uma semana que teve escalada no Visual das Águas na 2ª feira, pedal pela barragem da represa na 3ª e canoagem na represa na 5ª, o Sábado, dia 15 de junho, foi dia da 1ª "cadena" da Travessia da Serra do Lopo pelo trajeto definido como parte da Travessia Transmantiqueira.

Há alguns meses a Lorena e eu fomos convidados a fazer parte do GT (Grupo de Trabalho) Lopo-Bau da Transmantiqueira, começando a participar das reuniões e encontros como montanhistas voluntários, para ajudar na definição do percurso que iria atravessar a Serra do Lopo, local que frequento há um bom tempo. Aproveitando, se você tiver interesse em ingressar de forma correta no montanhismo, aprendendo sobre equipamentos, navegação, ética, prática de mínimo impacto etc. veja meu curso de montanhismo.

Sendo assim, tendo conhecido através do Juvenil uma das trilhas já bem abertas de acesso à Serra (desde sua base, em Vargem - SP), fomos procurando trechos preferencialmente de trilhas já existentes e as conectando, explorando seus trechos durante diversas saídas a campo (algumas muito roubadas!). Sendo assim, depois de pelo menos umas 6 saídas, chegamos ao que achamos "a melhor opção no momento" para a travessia da serra, começando na Igreja do Bairro do Guaraiúva e terminando no restaurante Tulha da Serra, do lado oposto, percorrendo quase que em todo o tempo a sua crista.


Imagem sobre o Google Earth com a travessia (em vermelho).

E antes que perguntem, há outras opções sim, até provavelmente mais bonitas, mas sem trilhas já abertas e bem definidas, ou com acessos proibidos: inclusive, tente conversar com o pessoal da olaria do acesso à Pedra do Guaraiúva, há mais de uma década muita gente está tentando - inclusive nós - mas graças a atitude de UMA pessoa esse local está fechado há uns 15 anos.

Mas voltando ao tema, depois da definição do trajeto e realização de um dos seminários da Transmantiqueira em Extrema (que está apoiando o projeto através da secretaria de turismo), no dia 15 de Junho nos encontramos em frente da Igreja do Guaraiúva o Ricardo, Marquinho, Carla, Dora, Malco, Lorena e eu, sendo que a Dora nos ajudaria na logística do resgate enquanto nós seis faríamos a travessia.

Então, por volta das 7h30 começamos nosso longo dia de caminhada, na Igreja do Guaraiúva (Vargem / SP), seguindo então para o início da trilha (parte da trilha dos macacos) que nos levou até a crista da serra e, de lá, até a Pedra do Cume.

Com direito a pausas para fotos, lanche e descanso fomos seguindo nosso caminho, agora pela trilha que segue a crista da serra, passando pela Pedra das Flores, Pedra dos Cabritos, 5 Dedos, Lago, Pedra do Marino, até sairmos na estrada da crista, passando então pelas rampas de voo livre e seguindo até as antenas, na trilha do Pinheirinho.

Seguimos caminho pela trilha do pinheirinho até seu ponto de água e, de lá, desviamos então para a Pedra Sacerdotisa, Pico dos Cabritos, seguimos o trecho que já foi marcado durante o seminário na Trilha da Onça e saímos então no Salaminho e de lá a descida final até o restaurante Tulha da Serra, onde fomos resgatados pela Dora e levados de volta até Vargem, onde nossos carros nos aguardavam (com direito a um pit-stop para açaí).


Vídeo no final da travessia

Ao total foram 19,7 km de percurso com desnível acumulado de subida de 1405 m e 1305 m de descida, percorridos em 9h15 (em ritmo "normal"). Ficou uma caminhada exigente, linda e que não deixa nada a desejar para alguns dias de caminhada em travessias como Serra Fina, Marins-Itaguaré etc. Inclusive, acredito que essa trilha venha a se tornar uma "clássica" daqui alguns anos.

Agradecimentos a todos os parceiros que ajudaram na definição dessa trilha, assim como o apoio da prefeitura de Extrema, pela Dora da secretaria de turismo, e logo marcaremos de percorrê-la mais uma vez, já que algumas pessoas não puderam estar presente nesse dia - não é Alessandro? (e temos que dar também uma "refinada" na descida final) ;-)

Algumas fotos da travessia no link Travessia Serra do Lopo - Transmantiqueira.

E só aproveitando a postagem, os dias seguintes também foram bem aproveitados com mais escaladas em rocha no Visual das Águas (dia 18) com a Lorena e Juvenil e em São Bento do Sapucaí (dia 19) com o Juvenil - fotos no link Escaladas Ana Chata, em um dia com direito a "voar" uns 5 metros em uma via quebradiça que entramos por engano (depois o Eliseu disse que ela se chama Via da Árvore - não está no guia de escalada).

E hoje, já dia 22 de Julho, foi dia de ir mais uma vez com um aluno para Pedra Bela, para uma saída para escalada em rocha. E caso tenha interesse veja também meus cursos de escalada em rocha, com inscrição aberta para turma em Julho.

- enviado por Tacio Philip às 21:10:41 de 22/06/2019.



< Anterior: Sobre o documentário e minhas observações sobre Salvando o capitalismo (2017) apresentado e baseado no livro de Robert Reich | Listar publicações | Próxima: Mais uma vez na via Evolução em Pedralva e outras escaladas, canoagem, pedal etc. >

cursos diversos
- GPS: Operação, planejamento e tratamento de dados
- Escalada em Rocha
- Calculadora hp 50g
- Calculadora hp Prime
- Macrofotografia e close-up
- Photoshop para fotógrafos
- Consultoria fotográfica

fotografias macro
- tradicionais
- stacking
- anaglifos (3d)
- abstratas

fotos recentes
- show sepultura extrema - mg
- escaladas ana chata - sbs
- travessia serra do lopo - transmantiqueira
- escalada elektra - ana chata
- escaladas no cuscuzeiro - analandia
- folk festival ii - tyr e arkona
- travessia serra fina 2.0 em 1 dia
- serra do lopo - acesso vargem
.: ver mais :.
.: buscar imagem :.

vídeos
YouTube

* será redirecionado para o site:
macrofotografia.com.br

free counters


© Tacio Philip - 2005/19
Não é permitida cópia parcial ou total do conteúdo ou código fonte deste site.
6 Usuários Online (406 nas últimas 24hs)