Fanpage Tacio Philip
> busca
página inícial
últimas notícias
lojinha

sobre
- Tacio Philip
- currículo
- meu blog
- facebook

montanhismo
- no Brasil
- alta montanha

arquivos
- mapas gps
- trilhas gps
- cartas topo
- wallpaper

postagens recentes
.: ver todos :.:

contato
- email


Adote um Gatinho


Eu não uso drogas!

Blog Tacio Philip
< Anterior: Escaladas em Juiz de fora e finalmente conhecer a Marina pessoalmente | Listar publicações | Próxima: Escaladas em Itatiaia (dia 09/08) e São Bento do Sapucaí (24/08) >

20/08/2008 12:36:00 (#133) - Escalada da via Leste - D4 5º V (A0/VI+) E3 no PE 3 Picos (Salinas)

Dia 16 de Agosto, depois de uma longa estrada (já que nos perdemos um pouco) entre Juiz de Fora (MG) e Nova Friburgo (RJ) nos hospedamos em um albergue e fomos dormir. No dia seguinte acordamos tranquilos, tomamos um café da manhã sem pressa, arrumamos as coisas e seguimos rumo ao Parque Estadual 3 Picos (conhecido pelos escaladores como Salinas).
Fomos seguindo pela RJ130, paramos para almoçar e logo chegamos na entrada do Parque onde deixamos nossos nomes e via que iríamos escalar. De lá descemos um pouco, fomos até o abrigo do Sérgio Tartari, compramos o guia de escalada da região e voltamos a subir, deixando o carro ao lado da porteira do parque (a última durante a subida, fechada com cadeado).
Lá com muita calma arrumamos os equipamentos que levaríamos e às 16h50, no finalzinho da tarde começamos a subida para a base da via. A caminhada foi tranquila e é bem curta, às 17h50 já estávamos na base da via Leste, encostados na parede escolhendo um local para nosso bivaque.
Comemos umas bolachas, umas "goiabinhas de chocolate" (Barrinha Maxxi chocotele - http://www.gimba.com.br/imagens/produtos/10248056.jpg) e por volta das 19hs já estavamos dentro dos sacos de dormir olhando as estrelas e a parede iluminada pela Lua cheia. A noite foi muito boa, dormi como se estivesse em casa na cama e só acordei uma vez por volta das 23hs por causa da luz da Lua! Mas foi só cobrir a cabeça e acordar novamente só quando o despertador tocou, às 5hs da manhã.
Ficamos enrolando um tempo, deixando a preguiça passar e às 5h50 saimos do saco de dormir. Tomamos nosso café da manhã a base de bolacha e "goiabinha de chocolate" e às 6h30 começamos a escalada, comigo guiando a 1ª enfiada da via.
A escalada foi muito bem, a via é toda positiva e em uma graduação que permite uma escalada sem muito estress apesar de ser um E3 - da pra notar nitidamente durante a escalada que a via não foi protegida nas piores passagens, mas sim quando você chega a um lugar confirtável onde é possível colocar um grampo com mais conforto, fazendo com que ela seja bem exposta em alguns lances.
Continuamos a subida, às 9hs fizemos uma pausa um pouco mais longa para nosso lanche a base de "goiabinha de chocolate" na parada 7 e alguns minutos depois eu estava entrando na primeira chaminé da via. Apesar de ser uma escalada tranquila eu realmente não gosto de escalar chaminés! E principalmente quando você esta no começo dela e não vê onde é a próxima proteção! Fui subindo meio estressado, coloquei no caminho duas peças móveis para tentar evitar uma queda caso eu escorregasse e logo cheguei ao seu final para um grande alívio. Do final da chaminé foi só fazer uma travessia para esquerda e dar segurança para o Pedro que escalou logo em seguida.
Continuamos a subida escalando mais algumas enfiadas e logo chegou a hora do Pedro guiar a próxima chaminé. Ele colocou a mochila para frente e logo começou a subir em um lance onde você simplesmente não pode sequer pensar em cair (não tem proteção alguma!). Mas tudo correu bem, logo ele estava na parada e eu entrando também na chaminé sofrendo com uma pedra dentro da sapatilha.
Terminando a 2ª chaminé entrei na sequência no primeiro lance em artificial da via, um VI+ feito em A0 com o uso de estribos. Da parada dei a segurança para o Pedro que jumareou uma parte e artificializou o final da enfiada. Na sequência foi a vez do Pedro entrar em um lance em artificial, fazendo outro A0 e a última enfiada da via com escalada de verdade.
Poucos minutos passaram e às 14h09 chegamos na P15 da via. De lá o Pedro subiu mais um pouco até uns blocos de pedra e logo em seguida eu também estava lá. Fizemos a caminhada final e às 14h23 estavamos no cume do Pico Maior assinando o livro de cume (mais um cume onde só se chega escalando!).
No cume mais uma pausa para lanche ("goiabinhas de chocolate"), tirar a sapatilha e colocar o tênis, algumas fotos e às 15hs começamos a descer procurando a via Sylvio Mendes para fazer o rapel (mais curto e facil que rapelar pela própria Leste).
Andamos um pouco seguindo os totens e às 15h18 o Pedro abriu o primeiro rapel. Apesar de vários a descida foi bem e às 17h36 estavamos no colo entre o Pico Maior e o Capacete. De lá agora só seria caminhada.
Fomos descendo e descendo até que chegamos na placa de bifurcação da subida do Capacete, Pico Maior etc às 18h34. Lá eu peguei a mochila com os equipamentos do Pedro e segui para o carro enquanto ele subiu novamente a trilha até a base da Leste para resgatar nossos sacos de dormir e outras coisas que havíamos deixado na base da via. Às 18h44 eu estava no carro, arrumei as coisas, comi mais uma "goiabinha de chocolate" e às 19h50 o Pedro chegou com a mochila.
No carro mais um lanche a base de bolacha e "goiabinha de chocolate" e às 20h05 começamos a descida depois de um longo dia de escalada.
Saindo de lá paramos para abastecer em um posto de combustível voltando para Friburgo, nos decepcionamos com a churrascaria onde tínhamos almoçado no dia anterior estar fechada tendo que então parar em uma lanchonete para um X-Tudo e depois pegamos estrada indo direto para o RJ onde chegamos no final da noite.
A escalada dessa via foi muito boa, apesar de alguns lances um pouco mais estressantes foi tudo bem e ficamos felizer por termos escalado uma via que foi a maior do Brasil durante muitos anos. A única recomendação que dou para quem for repetí-la é levar o croqui na mão! Em muitos lances não é possível enxergar a próxima proteção e sem seguir o croqui é muito fácil se perder na parede! Tirando isso é só escalar e aproveitar o visual!
As fotos tiradas durante a escalada já estão aqui no meu site no link "escalada pico maior salinas".

- enviado por Tacio Philip às 12:36:00 de 20/08/2008.



< Anterior: Escaladas em Juiz de fora e finalmente conhecer a Marina pessoalmente | Listar publicações | Próxima: Escaladas em Itatiaia (dia 09/08) e São Bento do Sapucaí (24/08) >

cursos diversos
- GPS: Operação, planejamento e tratamento de dados
- Escalada em Rocha
- Calculadora hp 50g
- Calculadora hp Prime
- Macrofotografia e close-up
- Photoshop para fotógrafos

aulas fotografia
- Fotografia Básica
- Macrofotografia e close-up
- Foto noturna
- Fotografia 3D
- Fotometria aplicada
- Workshops

fotografias macro
- tradicionais
- stacking
- anaglifos (3d)
- abstratas

fotos recentes
- show alice cooper e guns n roses
- expo nirvana
- show def leppard e aerosmith
- show bon jovi
- travessia norte-sul no caparao
- escalada em arcos
- reabertura de trilha na serra do lopo
- escalada pedra amarela
.: ver todos :.
.: buscar imagem :.

vídeos
YouTube

* será redirecionado para o site:
macrofotografia.com.br

free counters


© Tacio Philip - 2005/17
Não é permitida cópia parcial ou total do conteúdo ou código fonte deste site.
3 Usuários Online (307 nas últimas 24hs)